terça-feira, 16 de outubro de 2012

Ée.

  Eu sei que eu nem lembro mais, então vou esquecer também, ou não...!

Prova de matemática

  Todos os seres viventes terrestres conseguiram adaptar-se com as 24 horas do dia (quando digo adaptar-se com essas 24 horas quero dizer que eles se acostumaram a um ciclo de dormir, acordar, caçar, comer, descansar, etc. tudo no MESMO [maldito] horário todo dia), com esse ciclo [maldito] que a cada 24 horas é um "novo dia" (novo só que nada muda, a rotina é sempre a mesma, as dores são sempre as mesmas, a chatice em ter que suportar olhar pra certas caras é a mesma, a agonia é a mesma). 
  Enfim, eu sou um ser vivente terrestre (até onde eu sei) e mesmo assim meu corpo não se acostuma com esses ciclos diários, eu quero dormir mais que um terço de 24 horas, eu quero comer a hora que eu sinto vontade, não quero ter que ir pra escola e gastar 12 horas nela e depois ter só um intervalo de 12 horas pra me recompor e depois passar mais 12 horas escolares perdidas.
  Não aguento mais a rotina chata, eu tento quebrar ela, sair do ciclo mais maldito da minha existência, só que eu sempre volto (acho que por medo por causa daquilo que me falam sobre querer não-rotina atrai coisas ruins, ou porque ainda não achei um planeta que tenha 50 horas por rotação e 29 anos terrestres por translação [*-*]). Foda demais "ser vida louca".
  Aí eu sou obrigada a sofrer a espera de 10 minutos!!!

domingo, 14 de outubro de 2012

Memórias

E quem me fazia esquecer de tudo que existe de ruim no mundo esqueceu-se de mim.

É.

  "Lá em cima do piano tem um copo de veneno..."

  Pena que nem o piano e nem o veneno existem.

ngsabgaisgdsngkanfks

Tipo eu não sei o que escrever.
Eu sei que eu quero chorar, mas eu não consigo, aí ficam presas essas lágrimas malditas.
Melhor eu ir dormir né.
Uma "boa" noite mundo.

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Fora do tempo

  Aí você acorda feliz, não necessariamente depois de uma longa noite de sono, mas de um estado de espírito desagradavelmente triste e desconfortável.
  Bom dia mundo! =D
  A vontade de viver te invade, irradia pelos teus poros, transborda em fios grossos e longos por tuas veias. Só que algo ainda falta. E como convencer esse algo de que agora ele se encaixaria perfeitamente em tu? É algo novo, sim, mas tu não quer ficar pensando nas circunstâncias, cara tu já lhe disse que está fora do tempo e fora dos paradigmas da realidade, és singular a isso. 


'Então, vem fazer parte do meu show??